TDC 2019
Belo Horizonte
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Arquitetura O estado da arte em modelos arquiteturais. Os desafios e as conquistas.

Arquitetar de forma consistente um sistema, ou parte dele, pode ser a chave entre o sucesso e o fracasso de uma organização inteira, pois é o momento em que a estratégia traçada está sendo materializada, levando em consideração a expectativa das partes interessadas, a realidade atual e possíveis projeções de crescimento.

Em um mundo on demand, cada pequeno detalhe arquitetural precisa ser muito bem projetado e codificado, transformando o papel do arquiteto de software um papel muito além do técnico.

Pretendemos levar a vocês o que tem sido feito de mais empolgante no mundo da arquitetura de software e apresentar fundamentalmente como problemas da vida real tem sido resolvidos.

Uma trilha perfeita para o arquiteto mais experiente e também para o dev que tem como alvo a arquitetura, embarque conosco e venha se tornar um dev melhor!

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Uma arquitetura para a todos aproximar: abordando Clean Architecture em Mobile
Gabriel Oliva / Hugo Ferreira

É possível aproximar desenvolvedores de plataformas mobile diferentes e ainda facilitar o intercâmbio deles entre elas? Nós acreditamos que sim e que uma boa arquitetura é fundamental para isto. Vamos ver uma abordagem aplicada de Arquitetura Limpa para Android e iOS onde poderemos entender mais profundamente como podemos tirar vantagem das semelhanças entre Swift e Kotlin, além, é claro, dos benefícios da Arquitetura Limpa.

BLiP por trás das cortinas. Insights sobre a arquitetura de uma plataforma de bots.
Rafael Pacheco

Já parou pra pensar como é a arquitetura de uma plataforma de bots multi canal que processa centenas de milhões de requisições por dia, trafega mais de 15 milhões de mensagens para mais de 1.6 milhão de usuários únicos todos os meses?

O BLiP é a plataforma da Take para construção de bots e possui mais de 17 mil bots criados em todo o mundo, como: Globo, Casas Bahia, Fiat, Santander, Itaú, PagSeguro, Rock In Rio, Porto Seguro, HSM entre outros.

Nesta palestra, apresentarei um pouco da arquitetura por trás do BLiP, alguns desafios em sua construção e como o LIME, o protocolo de comunicação open source usado e desenvolvido pelo BLiP, pode ajudar quem deseja construir aplicações escaláveis.

11:10 às 12:00 Inside Uber's Mobile Architecture
Aline Borges

Quais são os desafios de desenvolver um app global, com milhões de usuários conectados a todo momento? Como organizar uma equipe de mais de 200 desenvolvedores em um único aplicativo? E o mais difícil, como se manter ágil para desenvolvimento de coisas novas, mas com a confiança para não quebrar o que está nas mãos das pessoas?

São desafios grandes, que merecem uma atenção grande. Nessa talk, quero apresentar como organizamos a arquitetura com RIBs e os benefícios que ela pode trazer nessa escala.

12:00 às 13:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
13:10 às 14:00 Arquitetura Orientada a Eventos
Everton Tavares

Apesar de ser algo que tem sido utilizado e comentado amplamente nos últimos anos, não existe uma definição definitiva sobre o que é arquitetura orientada a eventos. O que é? Como faz? Essa palestra tem por objetivo mostrar as formas que eventos são aplicados nas arquiteturas atuais, e demostrar isso através de exemplos práticos.

Gerenciamento de transações em ambientes escaláveis sem queda de performance
Elder Moraes

Eba! Temos um ambiente elástico com escalabilidade automática! Agora tudo está resolvido: podemos distribuir e orquestrar nossos serviços sem qualquer preocupação. Não é bem por aí. Já parou para pensar em suas transações? Será que elas escalam junto com seu ambiente? O modelo ACID pode não ajudar muito. Transações distribuídas menos ainda. Como fazer então? Para isso existe o padrão de Sagas! Com ele é possível não apenas resolver esse problema, mas também manter-se alinhado à abordagem cloud native. Se combinarmos com a arquitetura serverless, fica ainda mais interessante. Junte-se a nós e vamos juntos aprender a como superar esse desafio de forma inteligente.

14:10 às 15:00 Kubernetes, Istio e Knative: A nova cloud stack
Luram Archanjo

Ao longo dos anos os estilos arquiteturais vem se evoluindo com o microservice, service mesh e serverless. Não seria bacana temos todas elas trabalhando em conjunto para agregar valor ao nosso negócio?

Pois bem, apresento a nova cloud stack: Kubernetes, Istio e Knative que são totalmente open source.

Portanto, nesta palestra apresentarei o mais novo integrante do time, o Knative! Que trás a característica serverless em nossa arquitetura, usufruindo do Istio para rotear o tráfego entre funções versionadas, dentre outras características que irei demonstrar ao decorrer da palestra.

15:00 às 15:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

15:40 às 16:30 Over Engineering e times reféns da própria arquitetura
Matthaus Schall Lopez

Bibliotecas, frameworks, componentes, guidelines e seus empregos em arquiteturas se tornam cada dia mais evidentes e discutidos.

Buscando otimização, melhor manutenabilidade ou outros benefícios para o código, podemos acabar incorrendo em over-engineering - a famosa arte de construir algo mais complexo do que necessário.

Além da complexidade e das consequências na curva de aprendizado do seu projeto, acabamos por tornar nossos times reféns e muitas vezes condicionados a arquitetura - independente da metodologia ou framework de gerenciamento (Kanban, Scrum etc).

Vamos ver casos, discutir códigos e suas consequências, benefícios e pontos negativos para o seu time e projeto!

Arquitetura Evolutiva, o segredo da arquitetura ágil
André Paulovich

Ao começar qualquer iniciativa digital, seja um produto ou serviço que envolva tecnologia, a única grande certeza que temos é que tudo que planejamos no inicio fatalmente irá mudar. Neste contexto de grandes incertezas, como fica o papel de um arquiteto de softwares que tem a responsabilidade de garantir que a tecnologia seja sempre bem empregada. Como planejar o futuro de um software que não sabemos exatamente onde irá chegar? Como garantir evoluções seguras para necessidades que ainda não conhecemos? Se você também já passou por situações parecidas... acredite, existem estratégias para absorver mudanças contínuas numa arquitetura de software, vamos conhecê-las.

16:40 às 17:30 Cloud Native Banking: como o Nubank usa imutabilidade na nuvem para atender milhões de clientes
Alexandre Cisneiros / Diogo Vecchiati Beato

Nascido na Nuvem, o Nubank atende 6 milhões de clientes alavancando microsserviços, ambientes conteinerizados, observabilidade e, na base de tudo isso, imutabilidade.

Vamos discutir por que tratamos infraestrutura como um problema de software e como imutabilidade pode ser aplicada em todos os níveis, da infra mais básica às aplicações, quais o ganhos dessas práticas em ambientes de computação em nuvem, e como isso nos permite não ter uma equipe dedicada a infraestrutura. Faremos isso contando casos reais de evolução do nosso ambiente, e mostrando como esses princípios podem tornar as equipes de desenvolvimento mais ágeis e com menos medo de tomar riscos.

17:40 às 18:30 Serviços Reativos na prática com Webflux, Kafka e DynamoDB.
Vinicius Soares / Cléber da Silveira

Hoje em dia a programação reativa vem ganhando espaço no mercado e os principais players estão investindo pesado na construção de frameworks e ferramentas para dar suporte a isto. Mas a dúvida principal é como e onde encaixar este tipo de programação e adequar ao melhor cenário no seu projeto. Mostraremos dois cases onde a programação reativa foi uma excelente escolha e resolveu perfeitamente o problema do projeto.

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia, muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Sexta-feira, 14 de Junho de 2019

10 às 19 h

UniBH - Campus Buritis

Av. Prof. Mário Werneck, 1685 - Estoril
Estoril | Belo Horizonte - MG

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Gerentes de Desenvolvimento, Líderes de Equipe, Arquitetos de Software, Analista de Sistemas e Desenvolvedores.


Investimento

presencial:R$ 290,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Lounge +Diversidade e Carreiras: Você poderá assistir às palestras que acontecem nesta área no mesmo dia.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.


Palestrantes desta trilha

Cléber da Silveira
Cléber da Silveira
DBServer Assessoria de Sistemas
Everton Tavares
Everton Tavares
Rivendel + Mandic