TDC 2018
Porto Alegre
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Extreme Programming XP Princípios, valores e práticas para manter/evoluir software um software com qualidade

Quanto tempo um produto de software existe e persiste no mercado?

Como podemos evoluí-lo, adicionando novas funcionalidades, sem abrir mão da qualidade?

Nesta trilha, o objetivo é trazer uma discussão de princípios, valores, práticas e ferramentas que apoiam os times nestes desafios. Nosso principal artefato é o software!

Venha participar e traga sua experiência de problemas na evolução ou de práticas como TDD, Design OO com foco em evolução, automação, refactoring e heurísticas de limpeza, entre outras, para manter sua "saúde e bem estar" do seu software.

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 A definir
11:10 às 12:00 Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ágeis"
Vinicius Campos Silva

Nossos desenvolvedores conhecem práticas ágeis propostas por eXtreme Programming? Se sim, eles estão realmente aplicando-as de forma que os ajudem a entregar software de valor? Caso contrário, os desenvolvedores estão desacreditados quanto a agilidade? O Scrum team sendo responsável pela qualidade técnica do que está sendo entregue para o cliente, pode e deve utilizar práticas da eXtreme Programming para obter melhores resultados!

12:00 às 13:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
13:10 às 14:00 Como um trabalho chamado Coach por Imersão tem ajudado na excelencia técnica
Elias Nogueira

O time que você atua está passando por uma transformação, ágil ou mesmo em relação aos membros do time? Sente que poderia ter alguém ajudando a alavancar algumas práticas de engenharia de software enquanto você e seu time estão com um ritmo um pouco acelerado?

Você não está sozinho nesta! Eu também tive estes problemas e uma forma identificamos foi ter coaches técnicos, que chamamos de Coach por Imersão. Vamos trocar experiências sobre o que acertamos e erramos com esta iniciativa.

Largando na frente com uma Startup
Maicon Wissmann

Irei trazer o Case da Startup de agronegócio e logística onde trabalho como Arquiteto de Software, os desafios enfrentados e como estão sendo superados usando tecnologias disruptivas na forma de entregar um produto em constante e rápida mudança na nova economia.

Na nossa Startup atualmente temos implementado DevOps com CI/CD já integrado a Cloud da Azure, Code First com Migrations, e Microserviços com Asp Net Core e MongoDB, além Xamarin no nosso Mobile App.

Nós agilizamos muito a entrega de soluções de uma forma simples e ininterrupta, onde um deploy de uma nova feature pode ser feita em segundos no meio do expediente sem impactos.

14:10 às 15:00 O que não é XP!
Danieli de Paula

O XP é uma metodologia ágil cada vez mais difundida entre os desenvolvedores, no entanto muitas vezes ainda ocorrem práticas que não estão alinhadas com o que a metodologia prega. Isto acontece por que as pessoas de fato não sabem o que é XP? Ou por conta da rotina e desafios do dia-a-dia? Neste palestra, vou abordar práticas comuns que ocorrem no cotidiano dos times e como são empregados incorretamente os valores, princípios e práticas do XP, trazendo á tona o que de fato não é XP.

Darwin tinha razão? software que não se adapta morre
Robson Bittencourt / Jorge Oleques

O que a teoria da evolução de Darwin tem a ver com desenvolvimento de software em 2018? Tudo! Se pensarmos o software como um organismo vivo e que evolui constantemente, e o mercado de software como a diversidade de organismos presentes na natureza, poderemos usar a teoria de Darwin para entender que só fica no mercado os que conseguem se adaptar melhor e mais rápido ao meio. Nesta palestra iremos apresentar um dos princípios SOLID, que tem por objetivo ajudar nesta tarefa: o Open Closed Principle. Iremos demonstrar ideias para que você consiga enxergar cenários onde este princípio se aplica, além de exemplos práticos com diferentes implementações.

15:00 às 15:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

15:40 às 16:30 O ágil acelerou e o dev pirou: Como aplicar práticas simples para manter a saúde do seu projeto estável
oandreazza / Jorge Oleques

Lembra quando você desenvolvia no modelo tradicional? Provavelmente você ficava meses e meses desenvolvendo algo que alguem especificou para você. Como o surgimento do ágil, começamos a falar de entregas contínuas para acelerar o feedback, pois o cliente so tinha noção do que desejava usando o software. No Scrum Guide, no seu lançamento, se falava em ciclo da 4 a 8 semanas. Com o avanço, muitas equipes diminuiram este ciclo para para algo entre 2 a 3 semanas. Atualmente equipes trabalham com entregas de 1 semana e algumas até com entregas diárias, também conhecida como Continuous Delivery. E agora, como manter tudo saudável e sustentável em ciclor tão curtos? Venha Descobrir!!!

16:40 às 17:30 Como o XP evoluiu em duas décadas
Daniel Wildt / Dionatan Moura

Extreme Programming parece ser a metodologia com menor quantidade de marketing no mercado, mas podemos encontrar uma série de evoluções na indústria de software influenciadas por suas disciplinas. Nesse papo vamos fazer reflexões e indicar diferentes movimentos que surgem a partir do XP. Exemplos? Lean Startup, movimento devops, mob programming, e o mais avançado de todos: Modern Agile.

Vamos abrir espaço para a platéia participar de um fishbowl, para trazer diferentes perspectivas.

Usando TDD a nível de API
Adamatti

Use os poderes de docker-compose para testes integrados a nível de API no seu pipeline de build (CI / CD). Escreva testes na perspectiva dos consumidores, valide seu código em um ambiente próximo do real.

17:40 às 18:30 Mob Programming Hands On, segredos direto de Woody Zuill
Dionatan Moura

Todas as pessoas brilhantes trabalhando na mesma coisa, ao mesmo tempo, no mesmo lugar, e no mesmo computador. Mob Programming! É a agilidade ao extremo, trabalho em time ao extremo, utilizando eXtreme Programming. Venha conhecer os detalhes aprendidos diretamente com o criador Woody Zuill. Da técnica evoluída de coding dojos à psicologia fundamentada no método. Como facilitar uma sessão de Mob Programming, quando rotacionar o navegador, como começar com o método, como engajar as pessoas?

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2018

10 às 19h

UniRitter

Rua Orfanotrófio, 555
Alto Teresópolis | Porto Alegre - RS

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

profissionais envolvidos em desenvolvimento de software como gerentes, coordenadores, desenvolvedores, arquitetos/designers, testadores e analistas.


Investimento

presencial:R$ 200,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.

Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.


Palestrantes desta trilha

Danieli de Paula
Danieli de Paula
Amcom Sistemas de Informação
Daniel Wildt
Daniel Wildt
Zenvia | Wildtech
Dionatan Moura
Dionatan Moura
TJ-RS / CWI
Maicon Wissmann Moureira
Maicon Wissmann
Hub Express
Marcelo Adamatti
Adamatti
Zenvia
Maurício Andreazza Sganderla
oandreazza
Resource IT Solutions

Patrocinadores


Silver



TDC +Diversidade


Patrocínios e Apoios Trilha e Workshop


Realização

Companhia Aérea Oficial