TDC 2018
Florianópolis
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Ruby Alem da sintaxe elegante e legibilidade, até onde o Ruby pode te levar

Ruby é uma linguagem bastante utilizada por diversas empresas, principalmente startups, mas Ruby não é só Rails, vamos falar de Ruby, de Rails e de diversas situações que o Ruby pode salvar uma vida ou ma carreira.

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 "Ainda Ruby?" - como assim?
Eustáquio Rangel de Oliveira Jr.

Um resumo da linguagem Ruby desde o começo do seu uso em maiores escalas até o momento atual em que aparecem várias outras linguagens e ferramentas interessantes, que vai suprir desde quem não conhece a linguagem como quem já a utiliza.

11:10 às 12:00 Separando a leitura e escrita da sua aplicação
Diogo Phelipe Busanello da Silva

Essa palestra apresentará o padrão de Command Query Responsibility Segregation (CQRS). Faremos toda a "jornada do herói" em torno de CQRS: começando pela definições e variações do padrão; Colocando a mão na massa em uma aplicação Rails; finalizando com uma visão de possíveis produtos para adotar em seu ambiente de produção.

Danger: code reviews mais automatizados, rápidos e inteligentes
Camila Maia Cardozo

O processo de code review tem sido cada vez mais adotado por quem preza pela qualidade do código gerado. Ter o código revisado por outro(a) desenvolvedor(a) antes de submetê-lo permite que, com uma visão menos enviesada e com experiências diferentes, os revisores possam apontar erros e melhorias não levadas em consideração anteriormente. Contudo, este processo pode consumir bastante tempo do dia-a-dia de trabalho. Com o biblioteca Danger consegue-se automatizar parte do code review, aumentando a sua eficácia e velocidade. Entenda como o Danger funciona, como pode ser aplicado e como podemos melhorá-lo. Conheça um caso de sua aplicação na empresa Loadsmart e quais foram os seus os resultados.

12:10 às 13:00 Como turbinamos nossa sua suíte de testes Rails em mais de 600%
Thiago Pradi / Eric Magalhães

Sofrendo com testes lentos em sua aplicação Rails? Tem que esperar por mais de uma hora para que todos os seus testes executem e você possa finalmente fazer deploy daquela sua pequena alteração de HTML/CSS? Então essa palestra é para você! Nesta palestra, abordaremos os caminhos percorridos para fazer nossa suíte de testes (de uma aplicação Rails com mais de 10 anos) passar de mais de uma hora para apenas 6 minutos. Além de dicas de como organizar e escrever seus testes, serão descrito todos os passos executados para alcançar este objetivo, bem como o servidor de integração contínua utilizado como base para rodar nossos testes.

13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 Do Rack ao 502
Felipe Roveran Ribeiro

O erro 502 é um problema frequente, o qual às vezes causa um certo desconforto visto que as causas podem ser muito ocultas e difíceis de serem investigadas.

Nesta talk, será feito um overview sobre o que acontece desde o momento em que enviamos uma request para o servidor, passando pelos web servers e application servers. Iremos identificar em que momento o erro 502 é causado e poderemos partir para a identificação dos motivos.

Iremos explorar maneiras de identificar a causa-raiz do erro e, para isso, faremos a construção de um rack middleware que identifica requests longas e fornece um log de erro com informações relevantes para a análise do problema.

15:10 às 16:00 Live coding a small compiler
Jônatas Davi Paganini

The most of the developers are programming language users and not language writers. But, have you tried to build your compiler?

In this live coding show, We'll code a language parser from scratch. Applying the computation principles and implementing the basics of a programming language parser.

Uma introdução ao ActionCable - Exemplos da melhor implementação WebSockets para Rails
Rodrigo Urubatan Ferreira Jardim

WebSockets são a forma mais fácil de ter atualizações em RealTime em qualquer aplicação web hoje, e até pouco tempo atrás tinhamos que correr para implementações Node.js, Elixir ou qualquer outra linguagem para a nossa applicação Rails, mas o Rails 5 nos trouxe esta excelente API de WS, de fácil instalação e já integrada ao framework. Uma API fácil de usar no Backend e no Frontend da aplicação, poupando tempo e stress na implementação, e com um deploy fácil e rápido, deixando mais tempo livre para você focar no que realmente interessa!

16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 How your application behaves when everything goes wrong?
Emerson Macedo Leite

The purpose of this talk is to share some recent experiences dealing with high throughput API Services, dealing with communication failures with components, databases, external services, etc.

We'll explore real-world applications of my daily work, and see when some solutions like the circuit breaker, cache stale, service mesh and other can guarantee your service resilience and uptime.

17:40 às 18:30 Module#prepend: uma joia perdida
Renan Ranelli

Nessa apresentação vou explorar o uso de uma feature fenomenal do modelo de objetos de Ruby e que é bastante sub-utilizado na comunidade, tanto em bibliotecas como em aplicações: Module#prepend

Vamos explicar o que o #prepend significa e mostrar algumas ideias legais para usar essa feature bastante única e elegante de Ruby, além de comparar com soluções equivalentes em Python, Elixir e Clojure.

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Sábado, 21 de Abril de 2018

8:30 às 19:00 h

CentroSul

Av. Governador Gustavo Richard, 850
Centro | Florianópolis - SC

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Desenvolvedores Ruby e desenvolvedores de outras linguagens que queiram conhecer um pouco de Ruby


Investimento

presencial:R$ 200,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.